• Viaje com Pouco

(Re)descubra Cancún viajando com pouco!

Atualizado: 16 de Jul de 2019


Olá viajantes!!

Esse ano decidi passar o carnaval fora do Brasil e, como queria destino de praia, escolhi Cancún!

Em um primeiro momento exitei, já que a imagem comum de lá são resorts caríssimos que eu, obviamente, não poderia pagar, mas aceitei o destino e minha missão foi (re)descobrir o famoso Caribe Mexicano COM POUCO!


E aí?

E aí que eu me apaixonei muito e desmistifiquei esse paraíso pra muita gente! Não, Cancún não precisa te custar 20 mil reais. Existem pousadinhas, hostel, e um mundo de opções de restaurantes e comidinhas de rua pra nos ajudar a economizar.

Não só Cancún, mas toda a Riviera Maya é incrível e abarca ilhas e cidades próximas a Cancún.

Passei 3 noites em Cancún e foi o suficiente para conhecer a praia da cidade, Isla Mujeres (um dos meus preferidos) e fazer o passeio para o Chichén Itza.


Depois de lá descobri meu amor mexicano: Playa Del Carmen!

  • CHEGANDO EM CANCÚN!

Chegando no aeroporto existe um ônibus da empresa ADO que te leva direto ao centro da cidade pelo melhor preço que encontrei!

Ao sair do portão de desembarque vá caminhando em direção à saída e dentre os guichês de taxi, estará o guichê da empresa!

Fui em fevereiro/março de 2019 e paguei 88 pesos pelo trajeto em ônibus executivo com ar condicionado e wifi.

Want to add a caption to this image? Click the Settings icon.


Os taxis cobram bem mais caro e, a não ser que esteja viajando em grupo, não vale a pena.

A estação ADO é bem no centro da cidade e chegar na zona hoteleira é um pulo, basta pegar qualquer ônibus R1 – ou o bom e velho taxi. Ah! Cancún tem Uber, então pode ser uma opção também

Fiz tudo usando o transporte público e não tive problemas. Além de ser bem mais barato que pagar taxi pra tudo, achei bem seguro! Inclusive tinham vários estrangeiros utilizando. Entre as cidades, para os parques ou Cenotes, sempre usei e recomendo - mesmo!

  • ONDE SE HOSPEDAR?

Obviamente não vou indicar um Resort, mas imagino que qualquer um deve ser ótimo.

Em Cancún me hospedei em 2 locais. O primeiro foi o Hostel Macarena que, além de hostel, é uma pousadinha. Lá fiquei em um quarto privado duplo bem fofo com ar condicionado, cama de casal, banheiro privado e café da manhã com frutas, ovos e panquecas!

Reservando pelo booking paguei 100 reais na diária e achei incrível!

Depois, como a ideia era gastar o mínimo possível, me mudei pra um quarto compartilhado – o mais barato que achei – também no centro. Lá dividi quarto com mais 7 pessoas e o café da manhã era ovos e tacos, bem mais simples. Maas a noite custava 25 reais e isso ganhou meu coração.

Como ambos eram no centro, estive perto dos ônibus e de todas as lojinhas e comidinhas de rua.

  • ONDE COMER?


Estando pelo Centro encontrar locais de comer não é uma tarefa difícil! Na mesma rua da estação ADO tem vários restaurantes simplezinhos, desses com as mesas na calçada, além de um supermercado bem grande e várias lojinhas de conveniência (Oxxo e 7eleven).

Aliás, as lojinhas de conveniência são ótimas opções para comprar um refrigerante, água, lanchinhos e fatias de pizza. Elas estão por toda parte e são bem mais em conta que comprar em restaurantes.

Na rua de trás do ADO tem um subway e às quintas na compra de um ganhava o outro! Segundo a rua do Hostel La Casa del Gato até o final tem uma pracinha que a noite se transforma em um festival gastronômico! Lá comi tacos e burritos imensos por 10 reais e tudo estava uma delícia!

  • O QUE FAZER?

1 – PRAIAS DA CIDADE:

Praia da Zona Hoteleira - Cancún

A “ Zona Hoteleira” de Cancún é onde estão localizados os Resorts todos, mas também é onde tem o acesso à praia.

A praia é lindíssima: tem aquela água azul que aquece os corações praianos, areia branquinha e paradisíaca, maas me decepcionou ser cercada de hotéis e o mar ser forte.


Para chegar desde o centro, basta pegar o ônibus R1 e pedir pra descer em qualquer ponto de acesso.

Na Zona Hoteleira é, também, onde estão localizadas a maioria das festas, shoppings e vida noturna da cidade.



2 – ISLA MUJERES

Isla Mujeres é uma ilha linda, pertinho de Cancun!

Peguei o ônibus R1 e fui ao porto. Chegando lá descobri que haviam 2 opções:

i- Pegar o ferry da empresa Ultramar (300 pesos ida e volta) e chegando lá alugar um carrinho de golf ou moto (1 hora por 20 dólares - aprox. 360 pesos ou 3 horas 45 dólares – 810 pesos); ou,

ii- pagar o passeio de barco que inclui o translado de ida e volta, snorkel, parada na praia Norte, parada no centro e almoço, por 450 pesos (Telefone do Johnny, dono da empresa +529982008164);.

Achei que o passeio valia mais a pena e meu dia custou 450 pesos com tudo incluído!


3 – CHICHEN ITZA

Uma das minhas metas de viagem é conhecer as 7 maravilhas do mundo moderno e não poderia deixar de visitar a Maravilha Mexicana – o Chichén Itza!


Aqui também preferi pagar um passeio. Fiz as contas de quanto sairia:

i- Carro: 600 pesos aluguel+ 319 pesos de pedagio cada trecho + entrada do cenote 150 pesos + entrada do Chichen 481 pesos por pessoa + 300 pesos de guia, se quiser;

ii- Passeio com o Jhonny 700 pesos inclui transporte, entradas, guia, visita ao Cenote Suyutun e almoço ou 900 pesos para incluir bebida o dia todo de passeio (Telefone do Johnny +529982008164);

iii - Ônibus 400 pesos + 481 de entrada + 300 de guia.

4 – CENOTES

A Riviera Maya é o paraíso dos Cenotes, formações rochosas resultantes da dissolução das rochas que formavam o teto das cavernas pela ação da água das chuvas. Só pelo que ouvi dizer, são mais de 100 cenotes abertos para visitação. É sério, são vários! Visitei o Suyutun, Casa Tortuga e Chickin Ha. Mas ainda tem outros super famosos!

Custos de entrada:

+ Chikin Ha 200 pesos + Dos Ojos 400 pesos + Cristalino 200 pesos

+ Cenote Azul 150 pesos + Suyutun 150 pesos + Casa Tortuga 400 pesos

+ Jardin del Eden 200 pesos.

5- TULUM

É uma cidadezinha muito fofa a aproximadamente 1 hora e 20 minutos de Cancún que tem praias lindas e Ruínas!

Entrada da Cidade de Tulum


Visita às ruínas custa 75 pesos de 8:00- 16:30 e 255 pesos depois das 17hrs.

A praia no mesmo lugar das ruínas é acessível por uma escadinha, ou por barco que fazem o passeio para ver as ruínas de frente por 300 pesos por pessoa (tenta negociar sempre!)


Muita gente pergunta sobre combinar com Cenotes e alerto: é possível, mas tem que controlar o tempo pra não perder a entrada. Coletivos (ônibus públicos) pra Playa del Carmen saem até as 23 horas (45 pesos cada trecho). De lá saem os que levam até Cancún!

6- XCARET

Outra coisa incrível que descobri no México: XCARET, um parque aquático que faz as vezes de resort all inclusive (bebidas, comidas e atrações). Apesar de não ser uma opção tão “Viaje com Pouco” assim, tenho que recomendar: foi sensacional!

São vários parques, cada um com uma proposta temática que variam desde cultura mexicana, caverna, praia, parque noturno até esportes radicais! Pra melhorar já adianto que comprando pela internet tem desconto e se comprar mais de um também! Visitei o Xplor (caverna) e o Xel-Há (praia)

7 – PLAYA DEL CARMEN

Essa cidade foi meu xodó! Jovem, cheia de barzinhos e baladinhas, restaurantes fofos, lojinhas de tudo o que você imaginar e uma praia alá Caribe! Água azulzinha e sem onda! Aqui me realizei!

Passar o dia na praia, voar de parasail, pilotar jetski, jogar volei na areia e no fim do dia passear pela 5ª avenida parando em lojinhas, trocando de barzinhos e terminando a noite em algum lugar bem animado! Aah Playa merece pelo menos uma visita!

Depois do primeiro dia, acabei me hospedando as outras 7 noites lá e não me arrependo!

8- COZUMEL

Outro destino queridinho do Caribe Mexicano, Cozumel é, sim, tudo o que falam – e me encantou!

A ilha é grande e as melhores praias estão ao longo da orla sul, por isso é imprescindível alugar um meio de transporte para curtir toda a Ilha! Diferente de Isla Mujeres, as opções de transporte são mais em conta e deixei pra alugar uma moto só aqui!



Partindo do porto de Playa del Carmen, basta pegar um ferry e em 30 minutos está lá!

Achei 2 opções:

i- Ferry com a Ultramar por 400 pesos ida e volta ou com a WinJet por 350 pesos.

Acontece que um dia, caminhando pela 5ª avenida de Playa del Carmen atrás de comida barata conheci um senhor que foi muito simpático! Me indicou vários lugares e ofereceu até pedir comida pra mim! Conversando com ele descobri que ele vendia passeis ali pertinho e acabei fazendo melhor dos negócios (Telefone Freddy+529717271908):


ii- Paguei 700 pesos e aluguei uma moto pelo dia todo + Translado de ida e volta com a WinJet. Para duas pessoas saiu 1000 pesos, 500 para cada!

Também saem passeios de barco para os incríveis corais e para "El Cielo", um banco de areia com várias estrelas do mar"

A ideia é mostrar pra vocês que é possível viajar pro mesmo lugar dos famosos sem gastar rios – ou mares – de dinheiro e aproveitar muito!

Ah! Escrever aqui me sempre relembra tudo que vivi nos lugares e bate aquela saudadinha com desespero pra voltar! Espero que Cancún – com pouco – possa surpreender vocês tanto quanto me surpreendeu!

RESERVE AQUI A SUA VIAGEM!

(Você sabia que reservando pelos nossos links aqui do blog, você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão? Isso ajuda muito a manter o blog e trazer mais conteúdo legal e gratuito! <3)


🏨 Hospedagem

🚘 Carro com até 60% de desconto

📮 Seguro Viagem

✈️Passagens aéreas

📲 Chip Internacional


E aí, vamos viajar? #viajecompouco

Não deixem de conferir as dicas do Instagram e acompanhar pelos destaques!

Qualquer dúvida só chamar!

322 visualizações

© 2017 Viaje com Pouco. Todos os direitos reservados.