• Viaje com Pouco

Bariloche: Muita diversão na neve! Guia de atividades, parte I

Atualizado: 16 de Jun de 2019


Olá viajantes!


Nessa segunda parte do guia de Bariloche vou mostrar para vocês os passeios que fiz por lá, dicas e custos.


Bariloche é um destino caro, mas nem tudo está perdido!! Confira nossas dicas de como economizar em Bariloche.


Viaje com Pouco - Bariloche, Argentina
Cerro Campanário

Fiquei 7 dias em Bariloche, mas lá tem atividades para muito mais tempo, principalmente se você quer esquiar ou fazer snowboard.

Vou contar aqui a minha experiência, os meus erros, e o que eu teria feito a mais, fechou?! Assim você consegue planejar seu tempo de acordo com o que quer fazer!!

Cotação do Peso Argentino em Agosto/2017:

1 dólar = 18 pesos

1 real = 5 pesos

Dia 1: Chegada

No dia da chegada, aproveitei para conhecer o Centro Cívico de Bariloche que ficava bem perto do meu hostel, passear pelo centro, trocar o dinheiro e fechar os passeios.

Para fechar os passeios, sugiro pesquisar em várias agências, pois os preços variam bastante! Peça descontos e leve dinheiro "efectivo"! Pois a maioria das agências não passam cartão, ou cobram mais caro para passar.




Dia 2: Manhã livre e Circuito Chico à tarde

O Circuito Chico é o circuito clássico de introdução à Bariloche, e acho um passeio essencial para você conhecer os principais pontos, um pouco da história dos lugares e ver os principais pontos do Lago Nahuel Huapi.


O circuito passa por alguns pontos principais da cidade e custa nas agências 375 pesos (~R$75,00), mas também da para fazer esse circuito por conta própria, de ônibus ou alugando uma bike (acho bem legal a opção da bike, mas certifique-se de que o tempo vai estar bom para isso rs).

Durante o circuito vamos vendo os principais lugares da cidade dentro da vãn, e a primeira parada que realmente descemos é no Cerro Campanário

A vista do Cerro Campanário é de tirar o fôlego! Foi eleita pela National Geographic uma das 8 vistas mais bonitas do mundo!

A subida é pelo teleférico, que custa 220 pesos (~R$ 44,00) além do preço do passeio.


Lá de cima eu pude ver as montanhas cheias de neve, o Lago Nahuel Huapi e toda a cidade de Bariloche! É lindo demais!!

Após a subida, vemos alguns outros pontos da cidade e paramos na Igreja e Hotel Lhao Lhao

O hotel Lhao Lhao é o mais famoso e clássico de Bariloche, que reserva diversas histórias e parece ser bem bonito!

Após essa parada, percorremos outros pontos da cidade, vemos o lago Nahuel Huapi, a Playa Negra e descemos na ultima parada: Vista Panorâmica de Bariloche


Dia 3: Passeio para o Vulcão Tronador



Viaje com Pouco - Tronador, Bariloche

Esse passeio com certeza foi o meu favorito em questão de natureza e belas paisagens!


Dura um dia inteiro e fica dentro do Parque Nacional Nahuel Huapi.

O passeio custou 900 pesos pagos para a agência e mais 250 pesos para o Parque Nacional (esse deve ser pago na entrada do parque, em espécie), totalizando 1.150 pesos (~R$230,00).


É um passeio bem caro (como todos em Bariloche, mas pra mim é o mais lindo!), sugestão para quem quer economizar: levar sua própria comida, pois como o passeio dura o dia todo, a única parada é em um restaurante caro que tem no meio do caminho.

Eu levei pão, biscoitos e água e não tive que gastar a mais no passeio!

Bom, o passeio para em vários lugares dentro do Parque! São lagoas, mirantes e muitas paisagens lindas pelo caminho..